Lipoaspiração

de Panturrilha

Ter panturrilhas grossas pode ser o sonho de muitas pessoas. Contudo, em alguns casos, o depósito gorduroso nessa região é tão excessivo e mal distribuído, que acaba gerando uma aparência bruta e não harmoniosa, com perda de definição da panturrilha e do tornozelo. Muitas vezes, o tornozelo está “escondido” pelo excesso de gordura, dando um aspecto de “tubo” à perna, parecendo ser todo o conjunto da perna “uma coisa só”, sem a adequada definição de seus contornos.
Nos EUA, foi criada até uma expressão em inglês para a definição dessa condição, por eles chamadas de “cankles”, numa junção das palavras calf (panturrilha) e ankles (tornozelos), dando justamente a entender que não há aparente divisão entre essas estruturas, apresentando-se como uma estrutura única.

Nesses casos, a solução é fazer uma lipoaspiração de panturrilha e de tornozelos. Sim, é possível lipoaspirar as panturrilhas e os tornozelos. Muitas pessoas desconhecem essa possibilidade assim como não sabem que o problema é passível de ser resolvido, ou no mínimo, amenizado. O resultando da lipoaspiração de panturrilha e de tornozelos costuma surpreender, pois finalmente são adquiridos contornos mais definidos da perna, reduzindo-se o excesso de gordura, realçando as divisões naturais da perna, antes inaparentes.

Essa cirurgia é uma especialidade do Dr Guilherme Miranda, tendo aprimorado a técnica e desenvolvido instrumental cirúrgico específico para melhor realizar esse procedimento.

Indicação:

Panturrilhas e tornozelos com excesso de gordura.

Anestesia:

A anestesia utilizada na lipoaspiração de panturrilha e de tornozelos é o bloqueio peridural com sedação ou geral.

Tempo de Cirurgia:

O tempo de duração da lipoaspiração de panturrilha e de tornozelos varia conforme o número de áreas a serem lipoaspiradas, podendo variar de 1h a 2h de cirurgia.

Tempo de recuperação:

É semelhante ao da lipoaspiração. Repouso relativo por três dias, podendo retomar os exercícios físicos em 15 dias. Deve-se procurar manter os membros inferiores elevados e evitar permanecer longos períodos em pé ou sentado na primeira semana. Não há necessidade de afastamento das atividades habituais e do trabalho. É indicada drenagem linfática no pós-operatório e uso de meia elástica por 45 dias.

Agende uma consulta.

Entre em contato e marque um horário.